Por que investir em Mobile Marketing?

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares 0 Flares ×

Em 2018, 52,2% do tráfego global de internet ocorreu por meio de celulares. Para ter uma ideia, a porcentagem era de apenas 0,7% em 2009. No Brasil, aconteceu algo parecido. Entre 2015 e 2016, o celular se transformou no meio preferido de acessar a internet no Brasil.

Além de tudo, há 9 bilhões de conexões mobile em todo o mundo — 1 bilhão a mais que a população do planeta. Portanto, o mercado se mostra cada vez mais atraente e repleto de possibilidades.

Para se convencer sobre essa questão, entenda por que investir no mobile marketing e descubra qual é o seu papel.

Afinal, o que é mobile marketing?

Também chamado de marketing móvel, essa abordagem reúne todas as estratégias que utilizam a conexão móvel para alcançar o público-alvo. É o que acontece ao tentar atingir quem usa um smartphone, um tablet ou mesmo um relógio inteligente, por exemplo.

As características dessa proposta incluem:

  • agilidade;
  • dinamismo;
  • interação em tempo real;
  • segmentação por localização.

Também é possível explorar o remarketing, como ao mostrar a mesma oferta para quem interagiu com o conteúdo anteriormente. Quem usa o celular para ver um produto em uma loja, por exemplo, pode vê-lo novamente ao navegar nas redes sociais.

Conheça algumas estratégias de mobile marketing

Para explorar os benefícios dessa abordagem, há muitas estratégias que podem ser usadas. As mensagens de SMS/MMS, por exemplo, oferecem um contato sem intermediários com as pessoas de interesse. Assim, a taxa de abertura é maior e é possível alcançar melhores resultados.

Também dá para adotar o Bluetooth Marketing. Por meio do uso de aparelhos conhecidos como beacons, o negócio envia mensagens e arquivos via Bluetooth. Isso favorece o marketing de proximidade e explora os dispositivos móveis.

A elaboração de páginas responsivas é outra possibilidade. Criar endereços que se adaptam a qualquer tamanho de tela é fundamental para que as pessoas tenham boas experiências.

Além do mais, dá para pensar em obter total integração de campanhas com a utilização de vários apps. É possível, por exemplo, unir Facebook, Instagram e LinkedIn rumo ao êxito.

Quais são os exemplos de cases de mobile marketing no Brasil?

O uso dessa ferramenta no Brasil tem apresentado muitos cases de sucesso. Conhecê-los é um motivo extra para se convencer sobre por que vale a pena investir nessa possibilidade.

O Starbucks, por exemplo, criou o próprio app para realizar pagamentos. Com isso, as pessoas podem comprar seus cafés favoritos sem mexer na carteira. A empresa ainda utiliza beacons para executar o marketing de proximidade, além de fazer campanhas segmentadas para quem está próximo a shoppings e aeroportos, por exemplo.

A HOPE Lingerie também elaborou uma abordagem para uma loja em Uberlândia. Nesse caso, criou uma pré-venda de coleção com ajuda de uma plataforma mobile, o que gerou novos contatos e vendas.

Já a Coca-Cola estabeleceu campanhas com chatbots, além de oferecer descontos nas mídias sociais em parceria com o McDonald’s. Com o uso predominante do celular nessas ações, conseguiu atingir bons resultados.

O mobile marketing é versátil, eficaz e capaz de trazer ótima performance. Com o apoio de uma empresa capacitada e especializada no tema, é possível conquistar um desempenho ampliado para a sua marca.

Para entender o que promete fazer sucesso nos próximos meses, aproveite e conheça as tendências do marketing digital em 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *