Marketing de Conteúdo e Ads: como unir essas estratégias?

Tempo de leitura: 3 minutos

0 Flares 0 Flares ×

O marketing digital traz diversas ferramentas para quem busca efeitos semelhantes. Para empresas que desejam consolidar o aumento de relevância e a geração de novos contatos, por exemplo, é possível recorrer ao marketing de conteúdo e Ads.

As estratégias são estimadas como antagônicas, principalmente por terem características muito diferentes. Mas será que o recomendado é mesmo abrir mão de uma em detrimento da outra? A seguir, entenda como cada uma atua e o poder de união entre marketing de conteúdo e Ads.

Afinal, o que é e como funciona o marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo é uma estratégia pensada com o objetivo de criar elementos que sejam informativos e de interesse do público. Envolve a produção de conteúdo útil, relevante e original, de modo a atender necessidades específicas.

A produção de conteúdo é muito frequente nos sites e blogs, mas também pode acontecer por meio das redes sociais. As peças ajudam a informar, entreter e engajar o público.

Entre os pontos positivos estão o aumento de autoridade e de relevância no mercado. Também é um recurso que ajuda a atrair, converter e gerar oportunidades no web marketing.

Por outro lado, é preciso ter paciência para construir um público consumidor do conteúdo. É comum ter que usar estratégias complementares e indissociáveis, como o SEO, para poder ser encontrado entre tantas páginas publicadas todos os dias.

E o uso de Ads?

Muita gente confunde o conceito de Ads com Google Adsense. Eles parecem a mesma coisa, mas são bem diferentes.

O Adsense é uma plataforma em que sites/blogs exibem anúncios de parceiros do Google e são remunerados por isso. Já o Google Ads envolve a criação de campanhas de links patrocinados. Esses são anúncios que direcionam para uma página específica (landing page) ou mesmo para um artigo de interesse.

A partir da pesquisa da melhor palavra-chave ou keyword, é possível elaborar campanhas direcionadas para o público selecionado. Como vantagens, há o aumento do tráfego qualificado, o ganho de visibilidade e a geração de oportunidades. Como desvantagem, trata-se de uma mídia paga e que pode ser bastante competitiva.

Por que unir marketing de conteúdo e Ads?

Como o marketing de conteúdo é, majoritariamente, uma estratégia orgânica, há a ideia que ele não combina com abordagens patrocinadas. No entanto, a criação de conteúdo não precisa concorrer com a execução de campanhas de Ads.

Na verdade, a união entre os dois elementos traz a chance de conquistar resultados melhores. Elas podem ser integradas e, então, dar origem a uma eficácia muito maior.

Imagine uma empresa que investe em Ads para atrair visitantes para o site. Além de aumentar o potencial de conversão, essa é uma medida que amplia a autoridade do domínio para o buscador. Com as táticas de SEO no marketing de conteúdo, o ranqueamento é favorecido.

Também há a chance de promover conteúdos especiais para obter resultados ainda melhores. Então, é possível adotar uma estratégia de longo prazo com o conteúdo e, mesmo assim, investir em abordagens de curto prazo, como o Ads. Isso gera maximização do potencial e de aproveitamento das oportunidades. Com o apoio de uma consultoria de marketing digital, fica mais fácil definir como realizar essa integração.

A união entre marketing de conteúdo e Ads é muito positiva e promissora. Se os recursos são usados do jeito certo, oferecem um aumento no potencial de resultados e, portanto, na performance do negócio.

O que você pensa sobre a adoção das duas ferramentas? Conte nos comentários e participe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *